quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Sempre Tem Uma Garota, Parte 7

Deixei que ela me conduzisse para dentro da casa, uma casa grande e clara, que mais parecia mais casa de filme americano.
Minha mãe já tinha subido para o próximo andar me deixando sozinho com a Mel alguma coisa.
- E aí - disse eu.
- E aí, você costuma sempre ter está cara de babaca?
Engasguei.
- Sempre que eu fico surpreso.
Ela se virou e saiu, mas logo voltou.
- Oi! meu nome é Mel, qual o seu nome?
Ela só podia ser louca.
- Filipe, seu nome é Mel mesmo?
Ela pareceu decepcionada.
- Sim, algum problema?
- Você é louca?
- Sempre que eu fico perto de um babaca.


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário